Rafael da Costa Ribeiro, de 15 anos, morreu na manhã desta quarta-feira após ser baleado durante uma operação da Batalhão de Operação Especiais (Bope), na favela Mandela 3, em Manguinhos, na Zona Norte do Rio. O jovem chegou a ser socorrido, mas morreu antes de chegar ao Hospital Geral de Bonsucesso.

Segundo o tio da vítima, Douglas Gomes da Rocha, 28 anos, o sobrinho havia saído de casa para comprar pão quando foi atingido na cabeça por um tiro de fuzil disparado por soldado da PM. Ele afirma que Rafael não era bandido e estudava na 5ª série da Escola Municipal Oswaldo Cruz.

Segundo os policiais, Rafael era traficante. Muitas viaturas do 22º BPM reforçaram a segurança na região. Moradores dizem que o rapaz foi morto covardemente. Alguns fecharam a Avenida Leopoldo Bulhões e iniciaram um protesto contra a morte do jovem. O clima era tenso no local.

Os policiais do Bope saíram da comunidade e foram para o Parque Arará, ao lado. A missão dos soldados é combater o tráfico de drogas na região.

favela-bope