‘This is it’ começa a ser exibido nesta quarta em 99 países, após uma premièr repleta de celebridades nos EUA

SIDNEY – Fãs de Michael Jackson em todo o mundo lotaram na quarta-feira, 28, as exibições de estreia do documentário “This it it”, muitos vestidos como seu ídolo ou em trajes de seus videoclipes.

Jackson, que cresceu como um dos Jacksons 5 e ainda detém o recorde de álbum mais vendido em toda a história com “Thriller”, de 1982, morreu de forma repentina em 25 de junho em Los Angeles, ao sofrer um ataque cardíaco aos 50 anos de idade.

Após uma première repleta de celebridades em Los Angeles e exibições em outras 16 cidades na terça-feira, 27, o documentário estreia em 99 países nesta quarta-feira e chega a 110 territórios no final de semana.

“Temos que celebrar sua vida e seu legado, e o documentário trata disso”, disse Teddy Riley, que produziu o álbum “Dangerous”.

No centro de Taipé, diversos sósias de Michael, membros de um fã-clube local chamado “Exército do Amor de MJ”, dançavam para centenas de fãs que aguardavam na fila para ver o documentário, que inicialmente deve ser exibido por apenas duas semanas.

“É uma grande tristeza, pois suas performances, músicas e danças são totalmente perfeitas. É uma pena que nós não poderemos mais vê-lo se apresentando em um palco, mas em um cinema”, disse Li Yen-Ting, vestido como seu ídolo.

 Em Pequim, diversos fãs disseram que o documentário era a última chance de ver o astro em ação. “Estou aguardando este filme há muitos meses e esta é nossa última chance de ver a excelente performance de Michael”, disse uma fã enquanto chorava descontroladamente.

michael-j_1509507c

0,,21892150-FMM,00