get

Corpo foi achado ontem dentro de carrinho de supermercado

Após invasão por rivais, PM ocupa acessos de morro no Rio.

A Polícia Militar (PM) ocupa, nesta quarta-feira, alguns acessos ao morro do São João, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiros. Os PMs procuram por homens que tenham ligação direta ou indireta com o episódio ocorrido no último sábado, quando traficantes da comunidade tentaram invadir o morro dos Macacos para tomar os pontos de vendas de drogas na favela de Vila Isabel. Na noite de ontem foi a vez de traficantes do morro dos Macacos invadirem o morro rival. Policiais do Serviço Reservado (P-2) do 3º Batalhão da Polícia Militar (Méier) confirmaram a represália.

Por volta de 21h desta terça-feira, cerca de 200 moradores do morro São João estavam concentrados nas ruas Barão do Bom Retiro, 24 de Maio e na avenida Marechal Rondon, entre os bairros Engenho Novo e Sampaio, sem poder voltar para suas casas, já que traficantes do morro dos Macacos espalharam a ordem de que ninguém deveria retornar à favela. Na rua Barão do Bom Retiro, tiros eram ouvidos no alto da comunidade.

O comércio local que ainda estava aberto fechou as portas, as aulas da unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que fica próximo, foram suspensas e poucos ônibus passavam pelas ruas próximas. Policiais militares foram deslocados para o morro.

Moradores contaram que os bandidos Jorge Araújo Vieira, o Bebezão, e Leandro Nunes Botelho, o Scooby, do morro dos Macacos, circularam pelos arredores da comunidade dizendo que, ao anoitecer, iriam “esculachar”, em uma represália ao fato de o São João ter sido usado como base para traficantes do Comando Vermelho (CV) que tentaram invadir o morro rival no sábado.

Confronto já soma 29 mortos
Desde a invasão do Morro dos Macacos no último final de semana, quando um helicóptero da Polícia Militar (PM) foi abatido e três ocupantes não sobreviveram à queda, 29 pessoas morreram nos confrontos na cidade.

Os três mortos no Juramento são considerados suspeitos de tráfico de drogas pela polícia. Segundo a PM, eles ainda foram socorridos, mas morreram no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Os homens aparentavam ter entre 20 e 25 anos, mas ainda não foram identificados.

Ainda de acordo com a polícia, com os supostos traficantes foram apreendidas três pistolas, além de 97 pedras de crack, 133 papelotes de cocaína e 51 trouxinhas de maconha.